Tratamento que vem da horta: alecrim pode ajudar no controle do diabetes

Folha Vitória

Folha Vitória Folha Vitória

Pesquisadores estão fabricando uma linha de produtos que possuem base em alecrim do campo para os diabéticos. O estudo tem o apoio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e começou sendo pensado em um tratamento para a obesidade, mas teve mudanças no meio do caminho, como lembra o biomédico Carlos Ricardo Maneck Malfatti, coordenador da pesquisa desenvolvida na Universidade Estadual do Centro Oeste em Guarapuava, Paraná.

Quando a pesquisa foi iniciada, os pesquisadores encontraram a redução de gordura visceral associada ao efeito hipoglicemiante e foi o ponto de início para o estudo seguir outro rumo. Depois de terem descoberto tal fato, eles examinaram o efeito do alecrim do campo em ratos diabéticos, que levou a uma fórmula de extração de bioativos para analisar a concentração dos extratos em estudos em células isoladas (chamado de estudo in vitro) e pré-clínicos (estudo em animais que possuem taxas semelhantes à diabetes).

Com esses estudos, os pesquisadores estavam com o objetivo de descobrir a dose ideal da substância e observar a resposta bioquímica, antioxidante, histopatológico, toxicológica e a aplicação em humanos diabéticos. Até agora, parece que as pesquisas têm sido satisfatórias e positivas, visto que a equipe responsável já produziu cerveja e iogurte à base de alecrim!

Algumas patentes foram atestadas pela Anvisa, responsável pela checagem da vigilância sanitária dos produtos, e algumas ainda estão depositadas, esperando avaliação. Tudo o que está sendo fabricado por essa equipe não é remédio e, sim, um tratamento natural que colabora com a prevenção e controle da glicemia. O grupo de pesquisadores tem planos de ampliar os estudos com o alecrim para aplicar em outros alimentos, formando, assim, uma linha inteira e completa de novos produtos.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: