Três em cada dez internautas compram em sites estrangeiros

Folha Vitória

Folha Vitória Folha Vitória

Foto: Pixabay

Fernando Mellis, do R7

Três em cada dez consumidores que utilizam a internet compraram em um site internacional nos últimos 12 meses. É o que mostra uma pesquisa da CNDL (Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas) e do SPC (Serviço de Proteção ao Crédito), divulgada nesta quarta-feira (5).

O valor médio gasto pelos brasileiros em compras online no exterior foi de R$ 140,28.

De acordo com o levantamento, entre os que compram em sites estrangeiros, 67% se disseram motivados pelos preços menores do que em lojas nacionais. Quase metade deles também considerou que muitos produtos não seriam encontrados em território nacional.

Os itens de vestuário, calçados e acessórios são os mais procurados em sites estrangeiros. Entre as clientes mulheres, representam 60% das compras. Também estão entre as aquisições mais comuns dos brasileiros acessórios de informática e celular, cosméticos e perfumes, além de brinquedos, jogos e outros aparelhos eletrônicos.

Se existe praticidade, também existe problema. A entrega demorada incomoda 62% dos consumidores. Também tem a segurança envolvendo o processo de pagamento, que é considerada uma desvantagem por metade dos entrevistados.

As preocupações em relação à cobrança de impostos pela Receita Federal ou até a não entrega do produto também são mencionadas na pesquisa. Metade dos consumidores online afirma receber as encomendas fora do prazo.

Como a compra foi feita fora do país, não há órgão de defesa do consumidor para recorrer. A principal recomendação é evitar gastar valores altos para minimizar um eventual prejuízo.

No entanto, uma nova cobrança estipulada pelos Correios no fim do mês passado vai deixar mais caras as compras em sites estrangeiros. Cada encomenda vinda do exterior estará sujeita a uma taxa de R$ 15.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: