Venezuela barra entrada no país de presidente eleito da Guatemala

Giammattei tomará posse em 14 de janeiro

Giammattei tomará posse em 14 de janeiro Mario Guzmán/EFE – 7.10.2019

Autoridades da Venezuela impediram, neste sábado (12), a entrada no país do presidente eleito da Guatemala, Alejandro Giammattei, que não reconhece a legitimidade de Nicolás Maduro como governante.

“O regime impede a entrada do Presidente Eleito da Guatemala e pensa que, com isso, vai impedir o apoio dos líderes da nossa região. Se equivoca”, afirmou no Twitter o chefe do Parlamento venezuelano, Juan Guaidó, reconhecido como presidente interino da Venezuela por mais de 50 países

https://platform.twitter.com/widgets.js

A mensagem na rede social inclui um vídeo no qual Giammattei conta brevemente que foi proibido de entrar na Venezuela através do Aeroporto Internacional Simón Bolívar, que atende a quem vai a Caracas.

“Não nos deixaram entrar na Venezuela. Nos escoltaram até a porta e nos fizeram entrar no avião. Esta é uma mensagem ao presidente Guaidó: estamos contigo. Embora não nos tenham deixado entrar, faremos nossa voz ser ouvida em todo o continente”, disse o guatemalteco.

Poucos minutos antes, Guaidó tinha informado, também no Twitter, que esperava a chegada de Giammattei “para estreitar laços” entre os dois países e “apoiar a causa democrática do continente”.

A equipe de imprensa do líder opositor também tinha anunciado que a visita de Giammattei para um “encontro oficial” com Guaidó seria um “ato histórico e sem precedentes”.

O guatemalteco, que assumirá o cargo em 14 de janeiro, anunciou no mês passado que, assim que chegar ao poder, desconhecerá qualquer tipo de relação com o governo comandado pelo “usurpador” Nicolás Maduro.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: