Anúncios

Você se sente autorizado a ter sucesso na vida?

Talvez esse título lhe provoque estranheza, mas se você iniciou a leitura é porque de alguma forma você se identificou. Quantas pessoas tentam desesperadamente ter sucesso em suas carreiras, têm boas ideias, mas mesmo colocando toda a energia em seus projetos, não prosperam? Outros se casaram com pessoas muito bacanas e não entendem como o relacionamento acabou.

No decorrer da nossa existência vamos tendo a oportunidade de conhecer pessoas maravilhosas, de receber convites que poderiam alavancar a área profissional, mas algumas pessoas não conseguem fazer com que nada prospere. Situações como essas se tornam comuns, o desânimo e a tristeza batem forte roubando toda a energia.

Parece que entraram em círculo vicioso onde nada dá certo. O que será que acontece? A sensação de fracasso vai tomando conta, a pessoa vai se conformando, afinal quem sabe é melhor assim, já que na família ninguém deu muito certo mesmo.

Você já parou para pensar que o fato de ter pessoas na sua família que não prosperaram pode ser justamente o que te impede de brilhar? Muitas vezes o que está atuando é o medo e a vergonha de sentir prazer, de ser feliz, de superar seus familiares e com isso ser excluído, não ser amado.

Talvez essa ideia pareça muito estranha a princípio, mas quero convidar você a deixar o julgamento de lado por um momento e se permitir pensar quais são as crenças que foram construídas durante a sua vida. Uma das frases que ouvi muito desde pequena é que felicidade não existe, e posso dar vários exemplos dos quais me senti culpada por ter me casado com um cara maravilhoso, por não brigar por situações que normalmente meus familiares se incomodariam ou mesmo se sentir culpada de estar viajando e me divertindo sendo que algum irmão não podia fazer o mesmo. Uma culpa que se instalou por construir uma realidade diferente do resto da família, o receio de estar fazendo algo errado, como se eu os tivesse traindo.

Agora, pare e pense um pouco, quando algo não dá certo e se repete como um ciclo, quais crenças estão atuando? que forças inconscientes estão te mantendo fiel a história familiar?

A medida que temos a consciência desses pactos é possível trabalhar e ressignificar nossa história, permitindo-se ser diferente e brilhar, mesmo que isso cause no início um certo mal estar por ousar ser diferente. Entender que de alguma forma foram se sabotando para dar sustentação a um lugar de desprazer, de infelicidade que se sente quando nada corre bem em nossa vida.

Agora é hora de ajustes, livre-se do medo e brilhe, afinal é seu direito ser feliz.

Anúncios

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: