NO GOVERNO FEDERAL, NÃO APAREÇA MAIS DO QUE O CHEFE…

Governo federal deve defender lockdown para cidades com maior transmissão do coronavírus

Segundo o ministro Nelson Teich, plano para o isolamento social trará diretrizes regionalizadas

*notícia extraída do site da Folha de São Paulo

Depois de algum tempo analisando a situação, o ministro da Saúde, Nelson Teich começa a dar passos em um caminho que, aos olhos mais atentos, não agradaria ao presidente Bolsonaro.

Ao invés de pregar a redução do isolamento social, medida combatida diariamente pelo presidente, por meio de suas atitudes, o ministro age com a cautela que a medicina recomenda e que é esperada de um médico, recomendado a adoção do isolamento social de forma regionalizada. 

Indo além, Nelson Teich mostra simpatia pelo “lockdown” para cidades com maior transmissão do coronavírus.

Como se observa, o atual ministro segue os passos do antecessor, Mandetta, só que sem o seu destaque pessoal e simpatia perante a população e os órgãos da mídia, o que tem lhe garantido as condições para fazer o que deve ser feito, independentemente das atitudes contrárias do presidente.

Ao que parece, no ministério do presidente Bolsonaro, foi estabelecida uma regra básica: nunca apareça mais do que o chefe.

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Author: José Vieira

Jornalista, Diretor da Associação Paulista de Imprensa - API, bacharel em Direito(aprovado na OAB), servidor público, pós graduado em Direito da Comunicação Digital, MBA em Gestão Pública, professor do Centro de Estudos e Ensino em Segurança Pública e Direitos Humanos - CESDH

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *