NOTÍCIAS MÉDICAS

CENTRALX

Infecções do trato respiratório inferior na infância: estudo apresenta evidências para reduzir a prescrição de antibióticos

Infecções do trato respiratório inferior na infância: estudo apresenta evidências para reduzir a prescrição de antibióticos A resistência aos antibióticos é uma ameaça global à saúde pública. Os antibióticos são muito comumente prescritos para crianças que apresentam infecções do trato respiratório inferior (ITRIs) não complicadas, mas há pouca evidência de ensaios clínicos randomizados sobre a eficácia dos antibióticos nestes casos. Neste estudo, publicado no The Lancet, as durações medianas dos sintomas moderadamente ruins ou piores em crianças que receberam amoxicilina ou placebo para uma ITRI foram semelhantes (5 dias no grupo de antibióticos vs 6 dias no grupo de placebo). É improvável que a amoxicilina para infecções torácicas não complicadas em crianças seja clinicamente eficaz, tanto em geral quanto para subgrupos-chave para os quais os antibióticos são comumente prescritos. A menos que haja suspeita de pneumonia, os médicos devem fornecer conselhos sobre proteção, mas não prescrever antibióticos para a maioria das crianças que apresentam infecções torácicas. [Mais...]

Comentar - Enviar para um amigo

Author:
Posted: October 19, 2021, 2:50 pm

Doença cardíaca congênita mais grave foi associada a menor QI em crianças, com uma redução de 10 pontos em comparação a crianças saudáveis

Doença cardíaca congênita mais grave foi associada a menor QI em crianças, com uma redução de 10 pontos em comparação a crianças saudáveis Embora a doença cardíaca congênita (DCC) seja conhecida por estar associada ao comprometimento cognitivo em crianças, as formas mais graves da doença resultam em piores desfechos neurocognitivos, de acordo com um estudo publicado na revista Pediatrics. Crianças com Síndrome de Hipoplasia do Coração Esquerdo e coração univentricular tiveram escores médios de QI significativamente mais baixos, em 88,47 e 92,65, respectivamente, em comparação com aquelas com subtipos mais leves de DCC, como defeito do septo atrial ou defeito do septo ventricular, que tinham um QI médio de 98,51. Quando comparado com grupos de pares saudáveis, o déficit de QI em crianças com DCC foi mais pronunciado, com uma diferença média de -9,9 pontos. O estudo concluiu que deficiências intelectuais na doença cardíaca congênita são frequentes, com gravidade e trajetória dependendo do subtipo de DCC. [Mais...]

Comentar - Enviar para um amigo

Author:
Posted: October 19, 2021, 2:19 pm

Descontinuar o uso de antidepressivos traz risco de recaída

Descontinuar o uso de antidepressivos traz risco de recaída Pessoas que param de tomar antidepressivos porque sentem que não precisam mais deles podem correr o risco de uma recaída na depressão, mostrou um estudo publicado no The New England Journal of Medicine. Analisou-se 478 pessoas no Reino Unido que tomavam um antidepressivo e que consideravam parar de tomar os comprimidos. Cerca de metade foi escolhida aleatoriamente para continuar, enquanto o restante recebeu comprimidos de placebo em vez de seus comprimidos habituais. Depois de um ano, 56% das pessoas que receberam placebo viram a depressão voltar, em comparação com 39% daquelas que continuaram tomando o medicamento. Dito de outra forma, para cada 10 pessoas que avaliam a decisão de parar de tomar antidepressivos, cerca de quatro recaem e pouco mais de quatro ficam livres da depressão, qualquer que seja o curso que decidam tomar. [Mais...]

Comentar - Enviar para um amigo

Author:
Posted: October 18, 2021, 4:42 pm

Pré-diabetes foi associado a um risco dobrado de depressão maior em estudo holandês

Pré-diabetes foi associado a um risco dobrado de depressão maior em estudo holandês Um estudo de coorte holandês avaliou três medidas substitutas para resistência à insulina e mostrou uma ligação significativa delas com o desenvolvimento de um transtorno depressivo maior durante um período de acompanhamento de 9 anos. Conforme mostrado no estudo publicado no American Journal of Psychiatry, uma maior razão triglicerídeos / HDL foi associada a um risco 89% maior de desenvolver depressão maior incidente. Além disso, os indivíduos com pré-diabetes tiveram um aumento de 37% no risco de depressão maior. E a adiposidade central foi associada a um risco aumentado de 11% para depressão. O desenvolvimento de pré-diabetes entre a inscrição e a consulta de 2 anos do estudo foi associado a um risco mais do que duas vezes maior de depressão maior. Esses achados podem ter utilidade para avaliar o risco de desenvolvimento de depressão maior entre pacientes com resistência à insulina ou patologia metabólica. [Mais...]

Comentar - Enviar para um amigo

Author:
Posted: October 18, 2021, 3:06 pm

Novo medicamento é um candidato promissor para o tratamento da dengue

Novo medicamento é um candidato promissor para o tratamento da dengue Encontrar um tratamento para a dengue, a doença viral transmitida por mosquitos mais prevalente em humanos, tem sido difícil. Agora, um composto denominado JNJ-A07 apresentou atividade promissora contra o vírus da dengue em modelos de infecção em camundongos. O inibidor do vírus da dengue foi descrito em um estudo publicado na Nature, e interfere na replicação do vírus ao bloquear a interação de duas proteínas virais (NS3 e NS4B), revelando um mecanismo inteiramente novo de ação antiviral. O JNJ-A07 se mostrou altamente potente e exerce atividade nanomolar a picomolar contra um painel de 21 isolados clínicos que representam a diversidade genética natural de genótipos e sorotipos da dengue conhecidos. O composto tem um perfil de segurança favorável em camundongos e ratos, e mostrou reduzir a carga viral em modelos de infecção de camundongos quando administrado por via oral, tanto como prevenção quanto como tratamento. [Mais...]

Comentar - Enviar para um amigo

Author:
Posted: October 15, 2021, 1:13 pm

A evolução do parasita Plasmodium falciparum está dificultando a detecção e o tratamento da malária

A evolução do parasita Plasmodium falciparum está dificultando a detecção e o tratamento da malária Testes rápidos baratos para a malária ajudaram a diminuir a prevalência da doença em muitas partes da África. Mas apenas 15 anos ou mais após sua introdução, surgiram parasitas “furtivos” da malária que não podem mais ser detectados pelos testes rápidos padrão. Essas cepas de Plasmodium falciparum que escapam dos testes de diagnóstico rápido representam uma grande ameaça ao controle da malária e aos esforços de eliminação. Um estudo publicado na Nature Microbiology descobriu que até 80 por cento dos parasitas da malária na região da Eritreia, por exemplo, têm mutações que significam que eles não produzem mais as duas proteínas detectadas pelos testes rápidos – chamadas pfhrp2 e pfhrp3. Os pesquisadores estimaram que os testes rápidos baseados na pfhrp2 perderiam 9,7% dos casos de malária devido à deleção do gene que produz essa proteína. [Mais...]

Comentar - Enviar para um amigo

Author:
Posted: October 15, 2021, 12:48 pm

Estatinas não foram relacionadas com artrite reumatoide, observando-se riscos atenuados após ajuste para níveis de lipídios

Estatinas não foram relacionadas com artrite reumatoide, observando-se riscos atenuados após ajuste para níveis de lipídios O uso de estatinas não aumentou o risco de desenvolvimento de artrite reumatoide após o ajuste para o importante fator de confusão da hiperlipidemia, descobriu um grande estudo nacional dos EUA. Um risco aumentado modesto para artrite reumatoide foi observado entre os pacientes que tomam estatinas após o ajuste para idade, sexo, ano índice, região de residência e raça/etnia. No entanto, a associação não era mais significativa após ajuste adicional para hiperlipidemia, conforme mostrado no estudo publicado na revista científica Arthritis Research & Therapy. Os pesquisadores afirmam que mais informações de estudos prospectivos seriam necessárias para entender melhor essa relação. [Mais...]

Comentar - Enviar para um amigo

Author:
Posted: October 14, 2021, 11:58 am

Teplizumabe em indivíduos com alto risco de diabetes tipo 1 retarda o declínio metabólico rápido e melhora o estado metabólico

Teplizumabe em indivíduos com alto risco de diabetes tipo 1 retarda o declínio metabólico rápido e melhora o estado metabólico Desfechos que fornecem uma identificação precoce dos efeitos do tratamento são necessários para implementar estudos de prevenção do diabetes tipo 1 com mais eficiência. Para este fim, em estudo publicado na revista Diabetes, pesquisadores avaliaram se os desfechos metabólicos podem ser usados para detectar um efeito do teplizumabe no rápido declínio das células β dentro de 3 meses após o tratamento em indivíduos de alto risco. Uma abordagem analítica que combina evidências visuais com novos desfechos demonstrou que o Teplizumabe retarda o declínio metabólico rápido e melhora o estado metabólico dentro de 3 meses após o tratamento; este efeito se estende por pelo menos 6 meses. [Mais...]

Comentar - Enviar para um amigo

Author:
Posted: October 13, 2021, 2:36 pm

Intervenção no estilo de vida no pré-diabetes tanto de alto quanto baixo risco pode ser benéfica para prevenção do diabetes

Intervenção no estilo de vida no pré-diabetes tanto de alto quanto baixo risco pode ser benéfica para prevenção do diabetes A intervenção no estilo de vida pode prevenir o diabetes tipo 2, mas a resposta à intervenção varia dependendo dos subfenótipos de risco. Neste estudo, publicado pela revista Diabetes, pesquisadores testaram se indivíduos pré-diabéticos com baixo risco se beneficiam de intervenção no estilo de vida convencional e se indivíduos com alto risco se beneficiam de uma intensificação da intervenção no estilo de vida. Foi demonstrado que é possível em indivíduos de alto risco com pré-diabetes melhorar os resultados glicêmicos e cardiometabólicos pela intensificação da intervenção no estilo de vida. Assim, a intervenção no estilo de vida individualizada, baseada em fenótipo de risco, pode ser benéfica para a prevenção do diabetes. [Mais...]

Comentar - Enviar para um amigo

Author:
Posted: October 13, 2021, 2:19 pm

Uso de metformina pode prolongar a gestação na pré-eclâmpsia pré-termo

Uso de metformina pode prolongar a gestação na pré-eclâmpsia pré-termo Estudo publicado pelo The British Medical Journal buscou avaliar se a metformina de liberação prolongada pode ser usada para prolongar a gestação em mulheres com pré-eclâmpsia pré-termo sob observação vigilante. O tempo médio desde a randomização até o parto foi de 17,7 dias no braço da metformina e 10,1 dias no braço do placebo, uma diferença média de 7,6 dias. Este estudo sugere que a metformina de liberação prolongada pode prolongar a gestação em mulheres com pré-eclâmpsia pré-termo, embora sejam necessários mais estudos. Ele fornece uma prova de conceito de que o tratamento da pré-eclâmpsia pré-termo é possível. [Mais...]

Comentar - Enviar para um amigo

Author:
Posted: October 11, 2021, 6:03 pm

Share and Enjoy !

Shares